Contra-Educação

Qual a probabilidade de uma Elite Financeira estar no controlo total das nossas vidas e da linha sanguínea dessa Elite nos levar aos tempos do Antigo Egipto e da Suméria? Sigam "O Plano".

Documentário – Grupo Bilderberg em Portugal


Este episódio e sobre o Grupo Bilderberg e a sua reunião anual privada, desta vez na localidade de Sintra em Portugal, de 3 a 6 de Junho de 1999. Uma reunião secreta e altamente protegida de políticos, empresários, representantes das altas finanças, professores universitários e jornalistas. Nesta reunião estiveram também presentes altos representantes do estado português, tal como o Presidente da República e membros do Governo Português, representantes dos bancos BPI e Banco Espírito Santo e membros dos jornais portugueses tal como o Expresso e o Grupo IMPRESA, SGPS do Pinto Balsemão, membro permanente do Grupo Bilderberg. Esta reunião contou também com os membros homólogos de outros países.

“Portuguese newspaper organised Bilderberg meeting

4/11/2000

Sojornal, company which owns Portugal’s largest weekly newspaper, Expresso, was given millions of escudos by the Portuguese Ministry of Foreign Affairs to organise last year’s “secret summit” of world leaders at the luxurious Penha Longa resort in Sintra.

http://www.theportugalnews.com/cgi-bin/article.pl?id=574-27

“Because Bilderberg shares common goals with the Trilateral Commission, the agenda that emerged in Washington (SPOTLIGHT, March 29, 1999) will be major topics in Portugal, too.

This includes a “Globalization summit” called for by Peter D. Sutherland, head of Goldman Sachs International. Sutherland attended the Bilderberg meeting in Scotland last May and is expected in Portugal.”

 http://www.4rie.com/rie%203.html

Bilderberg Group

http://protocolopt.blogspot.com/2007/07/cimeira-unio-europeia-brasil.html

Vídeo - BILDERBERG 2010: Participants exposed!

VídeoFederal Reserve Caught Red Handed – Carregado em 25/02/2012

—————-

O Clube de Bilderberg -

É uma conferência anual não-oficial cuja participação é restrita a um número de 130 convidados, muitos dos quais são personalidades influentes no mundo empresarial, acadêmico, midiático ou político. Devido ao facto das discussões entre as personalidades públicas oficiais e líderes empresariais (além de outros) não serem registradas, estes encontros anuais são alvo de muitas críticas (por passar por cima do processo democrático de discussão de temas sociais aberta e publicamente). O grupo de elite se encontra anualmente, em segredo, em hotéis cinco estrelas reservados espalhados pelo mundo, geralmente na Europa, embora algumas vezes tenha ocorrido no Estados Unidos e Canadá. Existe um escritório em Leiden, nos Países Baixos.

Propósito -

A intenção inicial do Clube de Bilderberg era promover um consenso entre a Europa Ocidental e a América do Norte através de reuniões informais entre indivíduos poderosos. A cada ano, um “comitê executivo” recolhe uma lista com um máximo de 100 nomes com possíveis candidatos. Os convites são enviados somente a residentes da Europa e América do Norte. A localização da reunião anual não é secreta, e a agenda e a lista de participantes são facilmente encontradas pelo público, mas os temas das reuniões são mantidos em segredo e os participantes assumem um compromisso de não divulgar o que foi discutido. A alegação oficial do Clube de Bilderberg é de que o sigilo previniria que os temas discutidos, e a respectiva vinculação das declarações a cada membro participante, estariam a salvo da manipulação pelos principais órgãos de imprensa e do repúdio generalizado que seria causado na população.  (?!?!?!?!?!?)

A alegada justificativa do grupo pelo sigilo é que isso permite que os participantes falem livremente sem a necessidade de ponderar cuidadosamente como cada palavra poderia ser interpretada pelos órgãos de comunicação de massa.

Participantes -

Participantes do Bilderberg incluem membros de bancos centrais, especialistas em defesa, barões da imprensa de massa, ministros de governo, primeiros-ministros, membros de famílias reais, economistas internacionais e líderes políticos da Europa e da América do Norte. Alguns dos líderes financeiros e estrategistas de política externa do Ocidente participam do Bilderberg. Donald Rumsfeld é um Bilderberger activo, assim como Peter Sutherland, da Irlanda, um ex-comissário da União Européia e presidente do Goldman Sachs e British Petroleum. Rumsfeld e Sutherland compareceram em conjunto em 2000 na câmara da companhia de energia suíço-sueca ABB. A jornalista Clara Ferreira Alves, o político e professor universitário Jorge Braga de Macedo e Francisco Pinto Balsemão são três exemplos portugueses. O ex-secretário de defesa dos Estados Unidos e actual presidente do Banco Mundial Paul Wolfowitz também é um membro, assim como Roger Boothe Jr. O presidente actual do grupo é Etienne Davignon, empresário e político belga.

——————

Maria Clara Ferreira Alves -

(Portugal, 1956) É uma jornalista e escritora portuguesa. Licenciada em Direito, pela Faculdade de Direito da Universidade de Coimbra, integrou a redacção de A Tarde, do Correio da Manhã e do Jornal de Letras. (…)  Em 2004 recusou publicamente o cargo de directora do Diário de Notícias. (…) Em Junho de 2011, foi convidada para uma reunião do grupo selecto, Clube de Bilderberg.

Vídeo - Em duas semanas mais de 6100 mortes em Portugal….

Vídeo – Para Portugal, o tempo está a esgotar-se..

 Maria Clara Ferreira Alves – “Esta gente é perigosa, estão a destruir o país, estão a vender aquilo que eles chamaram de pacote de ajuda, não é ajuda, não é ajuda nenhuma, e aquilo que agora chamam privatizações não são privatizações, é pura e simplesmente vender o que resta das últimas parcelas que sobram da soberania económica à Angola e à China. (3m 24s)

—————

 Jorge Avelino Braga de Macedo -

É um professor de Economia português. Frequentou o Lyceé Français Charles Lepierre, em Lisboa, após o que ingressou na Faculdade de Direito de Lisboa, onde se licenciou, em 1971. Ingressou na Universidade de Yale, nos Estados Unidos da América, onde obteve sucessivamente os graus de mestre em Relações Internacionais, em 1973, mestre e doutor em Economia, o último dos quais em 1979.

 Pontualmente serviu, como consultor, a Confederação da Indústria Portuguesa, o Banco Mundial, a United States Agency for International Development e os governos da Guiné-Bissau, de São Tomé e Príncipe e de Angola. Foi técnico do Departamento de Pesquisa do Fundo Monetário Internacional, entre 1978 e 1979, e integrou a Comissão de Reforma Fiscal do Ministério das Finanças, de 1984 a 1988. É gerente da Braga de Macedo Consultores, Lda. e da TEcFinance, Lda., empresas que fundou e co-fundou em 1995 e 1997, respectivamente.

Preside ao Grupo Português da Comissão Trilateral, desde 1995, onde promoveu a criação do Fórum Portugal Global.

—————–

Francisco José Pereira Pinto Balsemão -

Licenciado em Direito pela Faculdade de Direito da Universidade de Lisboa, foi jornalista e dirigente político activo, até se dedicar à vida empresarial. É presidente e chief executive officer da holding Impresa e presidente do Conselho de Administração da SIC, a primeira estação de televisão privada em Portugal. (…)

Entre as restantes funções públicas que desempenhou, contam-se as de presidente do Conselho Europeu de Editores, presidente (não executivo) da Nec Portugal, presidente do Conselho Consultivo do Banco Privado Português, membro do Conselho Consultivo da Universidade de Lisboa, membro do Conselho de Administração do Daily Mail and General Trust PLC, membro do Conselho Assessor Internacional do Grupo Santander Totta, do Steerling Committee de Bilderberg Meetings, do Júri do Prémio Príncipe das Astúrias de Cooperação Internacional, do Consejo de Protectores da Fondación Carolina, do Conselho Geral da COTEC Portugal, do Conselho de Curadores da Fundação Luso-Brasileira, do Comité Executivo do Global Business Dialogue (1999-2002), vice-presidente da Fundação Jornalistes en Europe (1995-2003) e presidente do Conselho de Administração do European Institute for the Media (1990-1999). É ainda membro da Associação New World Order, também conhecida como Clube de Bilderberg.

Francisco Pinto Balsemão, presidente e CEO da holding Impresa, SGPS, SA, e presidente da SIC – Sociedade Independente de Comunicação, SA, detida a 100% pela Impresa. A Impresa é proprietária da holding Impresa Publishing que detém as seguintes participações: Expresso, Courrier Internacional, Blitz, Autosport, Surf Portugal, Impresa Classificados, Exame, Exame Informática, Caras, Activa, Cosmopotitan, Visão, TV Mais, Telenovelas, Jornal de Letras, Casa Claudia, Caras Decoração, Inteligent Life, Volante etc. A Impresa detém ainda 100% da Impresa Digital, que, por sua vez, detém 100% do portal aeiou, 100% da InfoPortugal, 100% da DGSM e 51% do site Olhares. Na distribuidora Vasp detém 33.33% e 22.35% na Lusa.

Foi presidente do Conselho de Administração do EIM – “European Institute for the Media” (1990-1999) e do “European Television and Film Forum” (1999-2006), vice-presidente (1995-2003) da Fundação “Journalistes en Europe”, membro (1999-2002) do comité executivo do “Global Business Dialogue”, membro não executivo (1980-2006) do Conselho de Administração da Celbi, presidente não executivo (1999-2007) da Allianz Portugal, presidente não executivo da Nec Portugal (1995- Julho 2010).

About these ads

Deixar uma resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

WordPress.com Logo

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Log Out / Modificar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Log Out / Modificar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Log Out / Modificar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Log Out / Modificar )

Connecting to %s

Seguir

Get every new post delivered to your Inbox.

Junte-se a 227 outros seguidores

%d bloggers like this: